5 guerras curiosas

  • Guerra do Barril

Em 1325 houve uma guerra interessante entre os estados independentes de Bolonha e Módena, na Itália.

Tudo começou quando alguns soldados de Módena entraram no centro comercial de Bolonha e roubaram o barril de carvalho. Para manter o orgulho intacto, as cidades entraram em guerra durante longos 12 anos.

Hoje em dia podemos encontrar esse artefato na torre do sino de Modena.

Imagem por Istock
  • Guerra das Rosas

Durante 30 longos anos os ingleses foram governados por um rei lancasteriano, Henry VI, que governou durante os anos de 1422 e 1461 e novamente durante 1470 a 1471, pois grande parte de seu reinado foi entre a Guerra das Rosas.

Entre nos anos de 1455 e 1485, uma grande batalha pelo trono inglês ocorreu na dinastia Plantageneta da Inglaterra. Os descendentes do duque de Lancaster usavam o emblema com uma rosa vermelha e os descendentes do duque de York levavam a rosa branca.

Imagem por Tudor Brasil

Ela teve cenário entre os reinados de Henry VI, Edward IV e Richard III. A guerra foi uma reação dos problemas causados pela Guerra dos 100 Anos, e a sociedade (principalmente a nobreza) questionando seu rei e só teve fim com a morte do rei.

Em Bosworth, um dos campos de batalha, jazia Richard III. Vendo o corpo do rei jogado no chão, Henry Tudor imediatamente pegou sua coroa e colocou em sua cabeça, se intitulando o novo rei da Inglaterra. A dinastia ali fundada reinaria prosperamente por mais de 100 anos, com grandes feitos na área da literatura, arte, música e arquitetura.

  • Guerra do Cachorro Perdido

Podemos dizer que a Grécia e a Bulgária não eram exatamente amigas no ano de 1925, depois de tantas batalhas durante a Primeira Guerra Mundial. Mas na fronteira de Petrich essa rivalidade era especialmente mais alta.

Certo dia, quando um cachorro correu até a fronteira entre os países e foi morto pela patrulha búlgara, seu dono, um soldado grego, foi à sua procura e encontrou seu amigo baleado.

Imagem por Fatos Desconhecidos

No dia seguinte, a Grécia clamou guerra para vingar a morte deste cachorrinho e invadiu a Bulgária. Porém, alguns dias e algumas mortes depois, com a intervenção das Forças Aliadas o país foi obrigado a se retirar da região e ainda precisou pagar uma grande indenização para a Bulgária.

  • Guerra dos cem anos

Apesar de seu nome, foi uma guerra com mais de cem anos, durando entre 1337 e 1453, uma série de conflitos e batalhas aconteceram entre a casa Plantageneta, da Inglaterra, e a casa de Valois, da França.

Imagem do Google

O assunto era a sucessão do trono francês. Com a conquista Normanda (a invasão e ocupação do território por um exército francês) sobre a Inglaterra, o país acabou como vassalo dos reis franceses da época.

Em 1360, tratados foram feitos para que os ingleses tivessem soberania sobre suas terras na França, fazendo com que houvesse paz entre alguns anos dessa guerra. Mas em 1420, quando a França estava em crise, o rei Henry V decidiu reivindicar o seu direito ao trono francês. Comandados agora por Charles VII, o país estava mais organizado e comum exército melhor que o inglês, o que os fez ganhar a guerra pelo trono em 1453, sendo considerado o fim da guerra mesmo que sem acordos.

  • Inquisição Espanhola

As cruzadas foram inúmeras guerras que a Igreja Católica organizava. O objetivo era perseguir e punir os hereges, que são pessoas acusadas de terem se desviado dos ensinamentos da igreja. Ou seja, qualquer pessoa que não concordasse completamente com os princípios da igreja católica, sofria as consequências.

A inquisição Medieval foi fundada em 1184 e durou até meados do século 19. Oficialmente, ocorreram 8 cruzadas, além das não oficiais.

Em 1478 a Espanha começou a levar esse assunto a sério, dando inicio aos seus anos sombrios, que duraria mais de 300 anos.

Com a aprovação do Papa Sisto IV, o rei Fernando II de Aragão e a rainha Isabel I de Castela formaram a Inquisição Espanhola. O objetivo principal era converter pessoas do judaísmo e islamismo, pois grandes grupos religiosos haviam se formado no país. Pouco tempo depois, vendo o grande sucesso de suas batalhas, o interesse passou a ser por seitas e protestantes.

O reino espanhol passou a exercer força em outros países que tinha influência, como Países Baixos e até alguns países da América Latina, como México e Peru.

Imagem do Google

Para julgar estes criminosos, foi formada a Tribuna da Santa Inquisição Espanhola, onde os julgados não podiam se defender adequadamente.

3 comentários Adicione o seu

  1. superana1 disse:

    kkkk adorei a do cachorro

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s