4 estilos arquitetônicos incríveis

Românica

Surgindo no Ducado da Normandia, no século X, foi inspirada na da Roma Antiga Republicana (daí vem seu nome) e evoluiu para o estilo gótico.

Um marco importante foi que essa arquitetura precedeu o movimento Renascentista (movimento que pedia a volta das artes clássicas).

Podemos encontrar construções robustas, com paredes grossas e janelas pequenas (sua função era resistir a ataques ou invasões de inimigos).

As igrejas apresentavam naves de abóbadas de pedra, a ligação entre os locais era feito através de um nártex (zona de entrada de um templo) e muitas tinham um lado em forma semi-circular. As paredes eram compactas e com poucas aberturas e uma abóbada na nave central.

Já as igrejas de cúpulas, fortemente influenciadas pela arquitetura muçulmana e bizantina, eram mais altas e com uma única nave.

Gótica

Essa surgiu durante a Idade Média e foi um grande marco pois rompeu os padrões da época, sendo influência durante muito tempo na Europa.

Foi ela quem trouxe as abóbadas ogivais, que permitiam que as construções fossem mais altas e largas e consequentemente as famosas colunas de sustentação não eram mais tão necessárias, podendo ser mais discreta. A iluminação era muito importante e por isso havia sempre grandes vitrais.

Uma característica importante é a altura destas construções, sempre com torres pontiagudas, altas e apontando para o céu, com ar de superioridade

Outro marco foi o grande uso de gárgulas, aqueles desaguadouros com formas animalescas. Muitas histórias surgiram por causa disso, dizendo que essas gárgulas tinham o significado de que o mal nunca dormia e que precisamos ficar sempre alertas, mas seu uso era realmente usado para que a água não infiltrasse e prejudicasse as partes inferiores do local.

Maneirismo

Aparecendo durante o século XIV durante o absolutismo em diversos países e tem grande aproximação com o barroco e o realismo.

As construções são principalmente em igrejas, sendo usados espaços largos, sem o uso do plano centralizado. Escadarias em espiral que não levavam para nenhum lugar e pouco aproveitamento da luz.

A decoração era em sua grande parte, feita com volutas, conchas e guirlandas (de frutas e flores) e com truques visuais.

Barroca

Sendo predominante na Europa por volta do século XVI, ele precede o Renascimento e Maneirismo.

Naquele tempo em questão, as pessoas estavam começando a questionar a visão teocêntrica que a Igreja Católica pregava e uma onda antropocentrista começava a surgir, tendo forte presença em igrejas e basílicas.

É reconhecido por suas formas e decorações exuberantes (forte uso do dourado/ouro), trazendo a sensação de grandiosidade, poder e riqueza.

Tinha grande exaltação da religião católica.

A ideia era quebrar a racionalidade e simetria, as construções traziam colunas tortas e de arcos, cruz grega, fachadas convexas ou côncavas, manipulação da iluminação e grandes murais em seu interior.

3 comentários Adicione o seu

  1. Sa.Oliveira disse:

    Adorei saber mais sobre esses estilos arquitetônicos tão lindos. Ótimo post!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Fico feliz em saber, muito obrigada

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s