Mulheres Revolucionárias: as irmãs Brontë

Antigamente muitas áreas eram vistas como masculinas, ou seja, as mulheres não podiam trabalhar nelas. A literatura é uma delas, mas para seguir a paixão da escrita, muitas mulheres usavam pseudônimos masculinos para que seus livros fizessem sucesso.

A família Brontë é um ótimo exemplo disso. As irmãs Charlotte, Emily e Anne são responsáveis por livros famosos até os dias de hoje, como O Morro dos Ventos Uivantes e Jane Eyre.

Mulheres Revolucionárias: as irmãs Brontë

Embora não fossem de classe alta, as irmãs ficaram famosas com as publicações de livros, alguns deles baseados em suas próprias vidas. As três começaram a trabalhar desde muito novas como governantas e professoras.

Charlotte Brontë começou a usar o pseudônimo de Currer Bell após seu primeiro trabalho, O Professor, não ter ido tão bem. Já seu segundo livro, Jane Eyre, foi um sucesso.

Já Emily decidiu usar o nome Ellis Bell quando publicou seu único romance, chamado O Morro dos Ventos Uivantes e assim que foi lançado, gerou grande confusão e polêmica entre a geração daquela época.

Além do livro, também escreveu diversos poemas que hoje em dia são muito cobiçados por colecionadores e bibliotecas.

Nenhuma outra obra foi publicada pois Emily morreu de tuberculose um ano após a publicação de seu livro, aos 30 anos.

A última e mais nova irmã da família, Anne, também conhecida pelo pseudônimo de Acton Bell, decidiu publicar um novo volume ao livro de sua irmã Emily. O anexo contava a história de Agnes Gray e também foi baseado na vida das garotas. Poucos meses mais tarde, Anne publicou a obra O Inquilino de Wildfell Hall e não decepcionou, pois o livro entrou para a grade de sucessos da família.

Infelizmente, Anne também morreu muito jovem, aos 29 anos, com a mesma doença da irmã.

Os críticos daquela época aclamavam as obras e não tinham dúvidas que os autores dos livros eram homens, já que eram histórias brutais e mulheres jamais conseguiriam escrever tais coisas.

Alguns até pensavam que as três irmãs eram, na verdade, apenas um homem com três nomes diferentes, ou seja, existia apenas um autor.

8 comentários em “Mulheres Revolucionárias: as irmãs Brontë

  1. “O morro dos ventos uivantes” é um clássico monumental e até hoje muitas pessoas não sabem que foi escrito por mão feminina. Outro grande gênio da literatura foi a escritora George Sand, pseudônimo de Amandine Aurore Lucille Dupin, autora de “Lélia”

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s